A neuroética e a Doença de Alzheimer

Por que o estudo da neuroética é importante para a Doença de Alzheimer? O estudo da neuroética é importante porque os avanços recentes na neurociência demandam respostas a dilemas que são essencialmente éticos. Por exemplo, o profissional de saúde deve ou não divulgar um diagnóstico de pessoas assintomáticas ou com sintomatologia mínima com donça de Alzheimer? Em que momento deve ou não interromper o tratamento paliativo em pacientes com Alzheimer avançada? Como tratar o problema do estigma social em indivíduos com Doença de Alzheimer muito leve? É moralmente aceitável utilizar aparelhos de estimulação cerebral para aprimorar o funcionamento cognitivo? Estas e outras questões demandam respostas que devem ser moralmente justificadas. Em síntese, O estudo da neuroética é particularmente importante porque auxilia a tomar as melhores decisões em relação ao diagnóstico e tratamento das doenças neurológicas e possibilitam orientar pacientes e familiares.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s